Federaminas lança em Belo Horizonte projeto ‘Mulheres sem Fronteiras’

PorRedação

6 abr 2021
Foto: Freepik

No momento em que todos os esforços se voltam para a própria sobrevivência do negócio, incentivar o associativismo pode ser a saída para que soluções já testadas sejam encontradas mais rápido.


O compartilhamento de ideias e projetos para o fomento do empreendedorismo feminino é o objetivo do projeto Mulheres sem fronteiras, realizado pela Câmara Estadual da Mulher da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas Mulher), iniciado na quarta-feira (31)

De acordo com a vice-presidente da Federaminas Mulher, Cássia Neves, os encontros virtuais serão mensais. Em cada reunião um tema será debatido para contribuir para o crescimento e o fortalecimento de cada negócio e do empreendedorismo feminino como um todo, no sentido de desenvolver, conectar e promover as Câmaras Regionais do Estado de Minas Gerais.

“Entendemos que nesse momento de grande angústia, em que cada um se volta para o próprio negócio, não podíamos deixar o trabalho das câmaras esmorecer. Trocar ideias, conhecer iniciativas umas das outras pode trazer conforto e soluções. São 40 câmaras espalhadas pelo Estado. Agora, passado o evento de abertura, elas vão receber um material e trabalhar regionalmente, escolhendo um projeto e um convidado que irá apresentá-lo em lives para todo o grupo”, explica Cássia Neves.

O evento virtual de abertura contou com a engenheira agrônoma Marta Lourenço e da presidente do Conselho Nacional da Mulher, Tânia Resende, que trouxeram o tema “Mulheres que brindam – Um dos segredos mais bem guardados de Portugal”. A transmissão foi conduzida pela presidente da Federaminas Mulher, Yêda Fernal. Estiveram presentes membros de todas as 40 câmaras do Estado.

“Foi um evento surpreendente. Tivemos representantes de todas as câmaras e contamos, até, com a participação de homens que interagiram. Foi uma troca muito rica. Nosso objetivo é que em breve possamos abrir esse evento para um público mais amplo”, promete a vice-presidente da Federaminas Mulher.


Fonte: Diário do Comércio

Redação

Tem uma sugestão de pauta bacana sobre algo relacionado ao mundo do empreendedorismo feminino? Entre em contato conosco pelo e-mail omktdelas@gmail.com!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *