Conaje para Elas é oportunidade de capacitação para mulheres empreendedoras

PorRedação

15 set 2021
"A proposta do Conaje Para Elas está em promover o relacionamento e gerar negócios entre mulheres que estejam ligadas a movimentos regionais de empreendedorismo", Raquel Santos, diretora financeira da Conaje e coordenadora do núcleo de empreendedorismo feminino. Foto: divulgação Conaje

Projeto de empoderamento feminino foca no networking e no compartilhamento de experiências; a participação é gratuita para associadas da Confederação


A Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) lança, neste mês, iniciativa para auxiliar o fortalecimento dos negócios gerados por mulheres.

O Conaje para Elas tem o propósito de capacitar e encorajar as participantes para o empreendedorismo, reforçando a oportunidade de geração de renda e trabalho. O projeto também atua na formação de lideranças femininas.

Raquel Santos, diretora financeira da Conaje e coordenadora do núcleo de empreendedorismo feminino, reforça que a proposta do Conaje Para Elas está em promover o relacionamento e gerar negócios entre mulheres que estejam ligadas a movimentos regionais de empreendedorismo.

“É uma maneira de criarem oportunidades a partir do relacionamento, afinal, a rede de contatos é uma importante ferramenta para negócios. Para isso, o projeto viabilizará a realização de agendas alinhadas à realidade das participantes, para que, juntas, movimentem os negócios locais e fortaleçam as relações”, afirma.

Ainda segundo a diretora, a Confederação tem, atualmente, 23 líderes mulheres de movimentos locais associados, em diferentes regiões do país, e a iniciativa auxilia para que elas reforcem o processo de se relacionar e identificar oportunidades por meio de movimentos de integração.

O programa também busca somar a outras inciativas que já estão consolidadas na temática do empreendedorismo, como ações de qualificação, gestão e mapeamento de processos liderados por importantes instituições, como o Sebrae e a Rede Mulher Empreendedora”, indica Raquel.

Empreendedorismo Feminino

O projeto acompanha o crescente número de mulheres empreendedoras no Brasil. O país possui mais de 30 milhões de empreendedoras iniciais, esse total corresponde a quase metade do mercado empreendedor (48,7%), que cresceu 40% só em 2020, segundo dados da Rede Mulher Empreendedora, que também é responsável pela pesquisa “Empreendedoras e Seus Negócios 2020”, que analisou os impactos da pandemia no empreendedorismo feminino.

O levantamento apontou que as mulheres lidaram de maneira diferente dos homens com os impactos da situação de saúde pública em seus negócios.

Elas se concentraram na gestão estratégica e na qualificação, com o intuito de buscar meios para que se destacassem frente aos concorrentes. Enquanto os gestores masculinos focaram no corte de gastos fixos.

As mulheres entrevistadas também disseram que, apesar do impacto nos negócios, estão mais fortalecidas e confiantes com a retomada da economia, além de terem descoberto que são capazes de se adaptar a mudanças.

Entre as estratégias usadas para se destacarem, citaram cursos e capacitações em gestão, mas, principalmente, a importância da rede de apoio, do networking e a possibilidade de movimentar o ecossistema empreendedor. 

Para mais informações sobre o Conaje para Elas, acesse o portal: www.conaje.com.br. Para participar, é preciso contatar uma associação local de jovens empresários, que fará a indicação para o programa, que não tem nenhum custo para associados.  

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Redação

Tem uma sugestão de pauta bacana sobre algo relacionado ao mundo do empreendedorismo feminino? Entre em contato conosco pelo e-mail omktdelas@gmail.com!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *